Frango na púcara

02-10-2014 20:44

Frango na púcara é um prato típico da culinária de Portugal. Mais concretamente, faz parte da gastronomia da cidade de Alcobaça, onde foi criado na década de 1960, possivelmente inspirado na cozinha ancestral da região.
Tal como o nome sugere, é preparado numa panela de barro denominada púcara. Em Alcobaça, é possível adquirir essas panelas, específicas para este prato.
Para além do frango, o prato é preparado com presunto, chouriço, tomate,cebola, cenoura, manteiga, vinho do Porto, aguardente velha, mostarda, alho, louro, sal e pimenta, entre outros ingredientes possíveis.
Estes ingredientes são todos levados ao lume numa púcara, que deve ser tapada com a sua tampa de barro, até que o frango esteja alourado. Nessa altura, a púcara deve ser destapada, até que o frango acabe de cozer. Algumas receitas sugerem também a colocação da púcara no forno, com a tampa." In Wikipédia
"Ao longo dos últimos séculos, têm vindo a surgir algumas especialidades que se tornaram autênticos cartões de visita gastronómicos de Alcobaça.
O mais conhecido é o frango na púcara (inicialmente com perdizes e pombos) preparado com cebolinhas, presunto e toucinho entremeado, que deverá ser obrigatoriamente provado por quem visite a cidade. Este prato começou a ser conhecido após terminar a conflagração mundial de 1939/45, quando as pessoas, libertas do pesadelo terrível da guerra passaram a enfrentar a vida com outra esperança. A paz efémera do final da década de 40 deu aos portugueses uma nova alegria de viver, convencidos que principiava uma época de fraternidade social e abundância. O frango na púcara constitui, pois, aliciante para os gastrónomos, com os principais restaurantes de Alcobaça a primarem por bem servir quantos acorriam ao antigo burgo, atraídos pelos seus monumentos e pelas suas belezas." 

Como não tinha púcara, levei tudo ao lume num tacho, passado cerca de meia hora destapei e continuou a cozer.
Quando o frango estava quase cozido, coloquei tudo na travessa (que por acaso era de barro) e levei ao forno a cerca de 220º para alourar e secar um pouco o molho.
Quanto ao frango, gosto mais do que diz "Frango caseiro se não frango do campo " pois tem a carne mais rija senda mais parecido em termos de sabor e textura com o que foi criado mesmo no campo.

Ingredientes
1 frango (cerca de 2kg
sal q.b.
pimenta q.b.
0,5 dl de vinho branco
1 dl de vinho do Porto
1 cálice de aguardente velha
80g de manteiga ou margarina
2 dentes de alho
12 cebolinhas pequenas (usei 1 grande e metade de uma média cortadas em meias luas)
150g de presunto não muito salgado e cortado em dados (não tinha mas coloquei 1 colher de sopa de banha de porco)

Modo de preparação
Amanhar e limpar muito bem o frango, lave-o e enxugue-o com papel de cozinha. Em seguida tempere com vinho branco, sal e pimenta e meta-o dentro de uma púcara com todos os ingredientes indicados e leve-a destapada ao forno bem quente (eu coloquei a cebolas cortadas em meias luas no fundo do tacho e o frango em cima).
Depois de alourar de um lado, vire-o do outro e, quando estiver alourado de ambos os lados, tape a púcara e deixe acabar de cozinhar.
Sirva assim, destapando-a na presença de todos; desta forma o frango exalará um aroma agradável.

Contactos

Chef Magalhães Rua Raul Proença nº 210
2 DRT
4460 798 Custóias
Matosinhos
939424438 manuelvieiramagalhaes@gmail.com